Menu

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Barra Crachás

Barra Crachás

17 de setembro de 2015

EXERCÍCIOS JÚPITER

JÚPITER 80
O primeiro Exercício da série JUPITER realizou-se em 1979 na região de Macedo de Cavaleiros e englobou forças do CTP, meios aéreos da Força Aérea e ainda pela primeira vez (só se voltaria a repetir em 1993) com a participação de uma unidade do Exército (artilharia). O exercício contou ainda com a participação de uma unidade espanhola da Brigada de Pára-quedistas de Espanha (BRIPAC). Esta presença que teve inicio no exercício MARTE 78 (exercício nacional) viria a continuar ao longo dos anos com uma participação reciproca de uma unidade pára-quedista portuguesa nos exercícios LUSITÂNIA em Espanha.





 JÚPITER 80
Planeado e dirigido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu no Outono de 1980 com a participação de forças do CTP e meios aéreos da FAP.







JÚPITER 81
Planeado e dirigido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 1 a 8 de Novembro de 1981 numa zona a SE de Beja entre Castro Verde e Mértola. O tema táctico desenvolvido decorreu num cenário de guerra convencional com ambiente nuclear não activo. O CTP participou com a totalidade da sua componente operacional, a BRIPARAS (Brigada de Pára-quedistas Ligeira) reforçada com uma Companhia da BRIPAC de Espanha e uma Companhia de Pára-quedistas na disponibilidade, num total de 2033 militares.



JÚPITER 82
Planeado e dirigido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 1 a 8 de Novembro de 1982 no Alentejo nas áreas de Sines e da barragem de Santa Clara. O exercício desenvolveu-se num cenário de guerra convencional com ambiente nuclear não activo. O CTP participou com a totalidade da sua componente operacional, a BRIPARAS (Brigada de Pára-quedistas Ligeira) reforçada com uma Companhia da BRIPAC de Espanha.



JÚPITER 83
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 19 a 26 de Outubro de 1983 nas áreas dos concelhos de Arronches, Monforte e Serra de S. Mamede (Portalegre). O CTP participou com a totalidade da sua componente operacional, a BRIPARAS (Brigada de Pára-quedistas Ligeira) reforçada com uma Companhia de Pára-quedistas na disponibilidade e uma Companhia da BRIPAC de Espanha.



JÚPITER 84
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 16 a 23 de Outubro de 1984 numa vasta área situada no Nordeste Transmontano tendo como zona central o concelho de Mogadouro. O CTP participou com a totalidade da sua componente operacional, a BRIPARAS (Brigada de Pára-quedistas Ligeira) reforçada com uma Companhia de Pára-quedistas na disponibilidade e uma Companhia da BRIPAC de Espanha



JÚPITER 85
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 30 de Outubro a 8 de Novembro de 1985 na região de Monfortinho. O exercicio desenvolveu-se num ambiente de guerra comvencional e o CTP participou com a totalidade da sua componente operacional, a BRIPARAS (Brigada de Pára-quedistas Ligeira) reforçada com uma Companhia de Pára-quedistas na disponibilidade e uma Companhia da BRIPAC de Espanha.


Júpiter 86 (não se realizou)

JÚPITER 87
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 26 de Outubro a 2 de Novembro de 1987 na região de Alter do Chão. Foi precedido por exercícios de Postoas de Comando, na mesma região, de 6 a 9 de Outubro. O CTP participou no exercício com a BRIPARAS com um efectivo de 1415 militares incluindo um efectivo de 102 pára-quedistas na disponibilidade, que constituiram uma Companhia, de reforço ao BP 22.




JÚPITER 88
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 24 de Outubro a 2 de Novembro de 1988 na região de Idanha-a-Nova. Foi precedido por exercícios de Postos de Comando, na mesma zona, de 3 a 5 de Outubro. O CTP participou no exercício com a BRIPARAS com um efectivo de 1581 militares incluindo uma Companhia de Pára-quedistas na disponibilidade com 105 militares e uma Companhia da BRIPAC de Espanha com 140 Paracaidistas.



JÚPITER 89
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 20 a 27 de Outubro de 1989 nas regiões de Beja, Serpa e Moura. Foi precedido de um exercício de Postos de Comando, nas mesmas zonas, de 2 a 4 de Outubro. O CTP participou no exercício com a BRIPARAS e um efectivo de 1367 militares incluindo uma companhia de reservistas convocados com um efectivo de 124 pára-quedistas.



JÚPITER 90
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 14 a 20 de Outubro de 1990 no espaço aéreo nacional e na área definida pelos paralelos Vila Nova de Foz Coa, Barca de Alva a Norte, Guarda, Vilar Formoso a Sul o rio Coa a Oeste e a fronteira a Leste. O Exercicio foi precedido de um exercicio de Postos de Comando que decorreu nas mesmas áreas de 1 a 4 de Outubro. O CTP participou no exercício com a BRIPARAS e um efectivo de 1685 militares. No exercicio participou também uma Companhia de Convocados a 107 homens que reforçou o BP 31 e uma Companhia da BRIPAC de Espanha com 120 Paracaidistas.



JÚPITER 91
Exercício da Força Aérea Portuguesa, planeado e conduzido pelo Comando Operacional da Força Aérea e pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas, decorreu de 22 a 28 de Outubro de 1991 no espaço aéreo nacional e na área dos distritos de Portalegre e Santarém, definida pelas localidades de Portalegre - Cabeço de Vide - Montargil - Chamusca - Constância e Mação. O Exercício foi precedido de um Exercício de Postos de Comando nas mesmas zonas no período de 7 a 11 de Outubro. O exercício desenvolveu-se num cenário de guerra convencional. O CTP participou no exercício com a BRIPARAS num efectivo de 1465 militares incluindo 111 convocados que constituiram uma Companhia de Paras de reforço ao BP 11.



JÚPITER 92
Decorreu no período de 18 a 26 de Outubro de 1992 em todo o espaço aéreo nacional e na componente terrestre, na área dos distritos de Portalegre e Santarém compreendida entre o rio Tejo e a barragem de Nisa a Norte e as barragens do Maranhão e Caia a Sul. O LIVEX foi precedido por um Exercício de Postos de Comando efectuado na mesma área de 6 a 10 de Outubro. O Exercicio desenvolveu-se num cenário convencional. O CTP partipou no exercício com a BRIPARAS e um efectivo de 1508 militares sendo 122 convocados que constituiram uma Companhia de Páras de reforço ao BP 21. Paricipou igualmente no exercício uma Companhia da BRIPAC de Espanha - a 12ª Companhia da III Bandera da BRIPAC.



JÚPITER 93
O último Exercício JÚPITER com as Tropas Pára-quedistas na Força Aérea Portuguesa realizou-se na região de Monfortinho, distrito de Castelo Branco, de 1 a 6 de Novembro de 1993. O Tema do Exercício foi uma Operação de Apoio à Paz num país fictício designado NORTELÂNDIA. O exercicio movimentou no terreno cerca de 1600 pára-quedistas do CTP. No exercício participou uma Companhia de Pára-quedistas Convocados em reforço do BP 31 e uma Companhia de Comandos do Exército de reforço ao BP 21.


JÚPITER/APOLO 94
Já com as Tropas Pára-quedistas no Exército, realizou-se de 31 de Outubro a 6 de Novembro de 1994 na Região de Beja (triângulo Aljustrel, Ourique e Castro Verde). Movimentou no terreno 1600 militares incluindo uma Companhia da BRIPAC de Espanha. Mais uma vez o tema foi uma Operação de Apoio à Paz.